Produtos

Contacte-nos para mais informações: +351 265 849 084 / +351 938 654 762 / +351 917 285 177

Figueira-da-Índia



A figueira-da-índia (Opuntia ficus-indica) é uma planta arbustiva perene, suculenta e ramificada, cujo porte pode variar de rasteiro a arbóreo, até um máximo de quatro metros de altura.

Resistente à seca e muito eficiente no uso da água, adapta-se a zonas áridas e semiáridas onde as condições dos solos apresentam limitações mais acentuadas para a agricultura.

É possível encontrar, de norte a sul de Portugal, mas sobretudo no Algarve e no Alentejo, diversas espécies de figueiras-da-índia subespontâneas e dispersas.

A figueira da índia pode ser quase integralmente aproveitada:

•As palmas (cladódios) com idade entre 30 e 60 dias podem ser usadas para consumo humano, frescas ou cozinhadas, como a hortaliça, e, em fases posteriores, podem ser destinadas à alimentação de gado ou utilizadas na produção de sumos, compotas, picles e conservas, ou de corantes e espessantes naturais;

•Quanto ao fruto (o figo-da-índia), pode ser consumido como fruto fresco (forma mais frequente), sumo, néctar ou polpa, ou destinado à produção de compotas, geleias, xaropes, adoçantes, produtos desidratados, vinhos, licores ou vinagre, ou à preparação de corantes alimentares naturais;

•A semente, por sua vez, contém um óleo utilizado na indústria cosmética e na indústria farmacêutica, em cujo processo de extração pode obter-se, como subproduto, um componente para a alimentação animal;

•Finalmente, a flor, que, após secagem, é destinada à produção de infusões para fins terapêuticos diversificados.

figos da india

Potencial biológico do fruto: antioxidante, antinflamatória, diurética e antiúrica, antiulcerogénica, anticancerígena, protetora cardiovascular hepatocolesterémica, hipoprotombinémica.

Valor nutricional: Rico em fibras, hidratos de carbono solúveis, cálcio, ferro, magnésio, fósforo e potássio e em vitaminas, principalmente A, C e B3 Fonte de compostos bioativos, como betalaínas e polifenóis.

Figueira-da-Índia, Fruto (figo-da-índia)


Tem uma polpa doce, suculenta e aromática com um sabor único e difícil de caracterizar, uma vez que combina vários sabores de outras frutas exóticas e tropicais.

Contém pequenas sementes comestíveis e muito ricas em antioxidantes, com propriedades regenerativas e de combate ao colesterol. Existem estudos que apontam para uma redução do colesterol na ordem dos 28%. Os figos da india são muitas vezes designados como um Super Fruto pelo seu valor nutricional e antioxidantes chamados de Betalaínas As Betalaínas são antioxidantes muito fortes que ajudam o corpo a reduzir inflamações e a neutralizar toxinas ao suportar o nosso processo natural de desintoxicação. O figo da índia é uma das raras plantas no mundo que contém Betalaínas e a única que tem até 24 Betalaínas conhecidas. É muito valorizado na medicina natural e é utilizado para produtos farmacêuticos, que são indicados para o tratamento de doenças urinárias, das vias respiratórias e como diurético, sendo também recomendado na prevenção da asma e tosse. É um vermífuga, e é recomendado também para problemas na próstata e dores reumáticas, diabetes tipo II, entre outros.

Pode ser consumido como fruto fresco (forma mais frequente), sumo, néctar ou polpa, ou destinado à produção de compotas, geleias, xaropes, adoçantes, produtos desidratados, vinhos, licores ou vinagre, ou à preparação de corantes alimentares naturais;

A flor, que, após secagem, é destinada à produção de infusões para fins terapêuticos diversificados.

Figueira-da-Índia, Sementes


A semente, por sua vez, contém um óleo utilizado na indústria cosmética e na indústria farmacêutica, em cujo processo de extração pode obter-se, como subproduto, um componente para a alimentação animal

Potencial biológico das Sementes: anticolesterémica, hipoglicemiante.

produção e venda
podas-palmas-figueira-india_5_comprimido

Figueira-da-Índia, Palmas (cladódios)


A planta é praticamente toda consumível.

Os cladódios, vulgarmente designados por folhas também podem ser consumidos como um legume fresco ou em sumos, e quando seco é produzido uma farinha espessante que é utilizada na alimentação.

Potencial biológico dos Cladódios ( folhas ): cicatrizante, antinflamatória, hepatoprotetora, antiulcerose, hipoglicemiante, diurética.